Proteína: O que preciso saber na hora de escolher?

Proteína

Para seguir uma linha mais saudável é comum alinharmos alimentação e exercícios, e as proteínas podem ser consumidas de forma natural, através da ingestão de carnes, leite, queijos e outros alimentos de origem animal. Mas com o aumento dos treinos é necessário um maior consumo de proteínas, e para complementar a dieta você pode utilizar os suplementos de proteína.

Em pouco tempo esses suplementos de proteína tornaram-se os queridinhos, inicialmente somente dos atletas e hoje utilizado por todos os que enfrentam academias. E por este motivo hoje existem diferentes variações dos suplementos de proteína. Antes de escolher precipitadamente saiba mais sobre cada um dos suplementos aqui abaixo, e descubra como e quando consumir:

Como escolher minha proteína?

Primeiro você deve definir qual é o seu objetivo em relação ao seu corpo, ganhar massa corporal, definir o corpo ou apenas perder peso? Após essa definição é importante consultar um nutricionista para que ele possa te informar sobre a alimentação e os suplementos. Fique atento a todas as informações que constam nos rótulos dos produtos.

Hoje em dia com a internet 24 horas a seu favor, pesquise sobre diferentes marcas e sobre a opinião de quem já consome. Assim você terá uma visão melhor sobre determinado produto e poderá escolher com mais facilidade.

Caseína

A caseína é a principal proteína do leite, representando 80% da proteína total, e é rica em aminoácidos como a glutamina que auxilia no aumento muscular, e a arginina, conhecida como percursora da liberação natural do hormônio do crescimento (hGH). Esse suplemento de proteína é o de mais lenta absorção, leva de 5 a 7 horas para ser ingerida, e este é, normalmente, o tempo em que uma pessoa dorme todos os dias. Por isso é recomendado o uso da caseína antes de dormir, porque é uma forma de evitar a degradação de proteínas e oxidação de aminoácidos.

Albumina

A albumina é considerada uma proteína de alto valor biológico que se encontra na clara do ovo, leite e no sangue (plasma). Rica em aminoácidos, esse suplemento possui os 9 essenciais (Lisina. Leucina, Isoleucina, Metionina, Fenilalanina, Treonina, Triptofano, Valina, e Histidina), além disso, seu baixo custo é um dos principais benefícios para quem quer investir em um bom suplemento de proteína.

Assim como os demais suplementos, a Albumina deve ser utilizada como um complemento a sua dieta. E para garantir a ingestão correta e balanceada, procure sempre a orientação de um nutricionista. Para seu consumo, muitos optam por ele em pó ou em tablete, ainda a albumina deve ser utilizada como um suplemento pós-treino por ter uma absorção mais lenta.

Whey Protein

É a proteína do soro do leite extraída durante a transformação dele em queijo. Fonte de aminoácidos principais, alta concentração de glutamina e BCAA, sem a adição de colesterol, o Whey Protein serve para complementar as necessidades diárias de proteínas, aumentar a imunidade (imunoglobulinas), auxiliar na síntese proteica e outras funções. A dose diária do Whey Protein vai depender do seu tipo físico, do seu treino e da sua dieta. Por isso é possível afirmar que não existe uma dose ideal ou um padrão de consumo.

Essa opção de suplemento também deve ser consumida no pós-treino, pois, é a forma mais rápida de recuperar as perdas proteicas que você tem quando realiza um treino na academia. Se você preferir ingerir no pré-treino será usado como fonte de energia para o organismo, assim como o carboidrato ou a gordura. Mas como já recomendamos aqui, procure a ajuda de um especialista para que ele possa esclarecer todas as dúvidas quanto ao consumo do Whey e dos demais suplementos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *